Resenha: manipulação, mortes e A Noite das Bruxas 🔎

Dica de livro: A Noite das Bruxas, de Agatha Christie
Durante os preparativos para a festa de Halloween para os jovens do vilarejo, Joyce, de 13 anos diz para algumas pessoas que ela já viu um assassinato, ninguém dá atenção a garota e o resto do dia se desenrola tranquilamente, até que durante a festa de Halloween o corpo de Joyce é encontrado. Ariadne Oliver, uma famosa escritora, aflita temendo que mais pessoas possam ser assassinadas procura a ajuda de seu amigo Hercule Poirot, acreditando que apenas ele possa ser capaz de desvendar esse crime.
“Entre os presentes havia... Um assassino” página 90
A Noite das Bruxas | Autora: Agatha Christie | Editora: L&PM Pocket | 257 páginas | Adicione ao Skoob 

Eu esperava mais...

Gosto muito dos livros da Agatha Christie, gosto da ousadia que ela tinha com seus assassinatos e da forma como ela não colocava nada que não fosse importante para a história, sem ficar enrolando ou enchendo linguiça. Mas dos poucos livros que eu li da autora, a maioria deles não me cativou. Sabe quando o livro não prende a sua atenção em momento algum ou quando isso demora muito para acontecer? Foi isso que me aconteceu com A Noite das Bruxas, apesar da história ser interessante, ela só foi realmente me prender quando faltavam umas 60 páginas para o livro acabar.

Mas isso não tira seus méritos

A Noite das Bruxas é narrado em terceira pessoa focando principalmente no Poirot, os capítulos são um pouco longos, mas a leitura é simples e fácil de acompanhar. Já os personagem são muito interessantes, desde a mulher que adorava maçãs, ou o cara que construiu o jardim e até a amiga da garota assassinada. O Poirot, como sempre está cativante e divertido ♥

Como já disse, foi apenas no final do livro que a história foi me interessar e foi aí que a coisa ficou realmente boa e eu não conseguia desgrudar os olhos do livro. O mistério no final dele foi intrigante e sombrio. O assassino em questão, não foi exatamente quem eu esperava que fosse e a história envolvendo o personagem me surpreendeu bastante o que fez com que eu gostasse um pouco mais da história.

Como pode ver, eu achei que A Noite das Bruxas é bom e bem interessante, e aí fica a questão, porque ele não prendeu a minha atenção? Acho que foi porque a coisa demorou para andar, apesar de ser uma leitura rápida demorou para que eu quisesse saber quem e porque tinha matado a garota. Provavelmente a verdadeira culpada mesmo, tenha sido as minhas expectativas, preciso parar de criar elas com os livros.

Mas fica aí a minha dica desse livro que foi uma das últimas obras escritas pela Rainha do Crime, ele é ótimo para ler no Halloween, aliás, com toda essa pegada misteriosa e sombria que o livro tem. Mas me conta, um livro que para você só foi ficar realmente bom no final?

“- Será que ficamos satisfeitos em algum momento? Não sei.” pagina 110

6 Comentários

  1. Já li esse livro em 2006 ,acho que não preciso dizer que não lembro de muita coisa,mas lendo a sua resenha tenho a impressão de que o livro me preendeu na reta final .As cenas que eu mais me lembro são bem perto do desfecho do livro .
    Acho que é nesse que tem uma cena que a Ariadne resolve perseguir uma pessoa ?

    Amei a sua resenha
    Beijos

    Meu mundinho quase perfeito

    ResponderExcluir
  2. Sou doida para ler mais livros da Agatha, até agora li 3 e 2 deles eram com a Miss Marple, uma senhora muito astuta. Meu primeiro contato com o Pirot foi em Assassinato no Expresso Oriente e eu gostei bastante. Fiquei curiosa para ler esse agora.

    http://blink-moments.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que curtiu a resenha ♥
      Da Miss Marple eu só li um livro, Nêmesis, e gostei bastante do jeitinho dela, acaba sendo divertido.

      beijo!

      Excluir
  3. Oi! Tudo bem?
    E seu eu disser que, até hoje, não li nada de Agatha Christie? Sinceramente, queria resolver isso o mais rápido possível - mas não acho que vou começar com essa obra em específico, já que ela não parece tão surpreendente assim. Um livro que me deu essa mesma sensação foi "A Montanha", de Lori Lansens. Estava achando o livro até chato, quando vi ele me fisgou e eu até me derreti de tanto chorar, haha - inclusive, recomendo!
    Abraços,
    Gislaine | Literalize-se

    ResponderExcluir
  4. Eu jurava que o combo Ágatha Christie + Poirot era sucesso na certa, mas, pelo visto, depende muito do livro, né? Eu não tinha conhecimento desse volume, acredita? Adorei a resenha ♥ e a foto... você que fez?

    beijão

    ResponderExcluir

• Seu comentário é muito importante, portanto, sinta-se a vontade para me contar o que achou desse post, sempre mantendo respeito e bom senso, é claro.
• Os comentários serão respondidos o mais rápido possível.
• Lembre-se: espalhe o amor e não spam.
• Espero que tenha gostado daqui. Volte sempre! ♥