Resumão do mês #4 junho 📚🎬

terça-feira, julho 03, 2018

fonte: Pexels
Maio e junho foram meses tenebrosos para mim. Não li nenhum livro em maio, nesses dois meses não escrevi praticamente nada e o problema nem foi uma ressaca literária ou bloqueio criativo pois se eu quisesse conseguia ler e escrever, o problema é que eu não queria. Tanto é que quando chegou a hora de fazer o resumão de abril e depois o resumão de maio simplesmente não tive vontade. O que foi bem estranho já que ler e escrever são meus hobbies favoritos. Mas de qualquer forma já estou voltando ao normal, obrigada.

Enfim, em junho eu até que fui produtiva, disse ali em cima que ele foi um mês tenebroso já que não consegui produzir nada aqui para o blog mas pelo menos eu consegui terminar algumas séries e voltar a ler livros o que já um ótimo começo.

Livros:

Isla e o Final feliz. Isla (se pronuncia Aila) é uma garota tímida que estuda na frança, passa as férias com a família em Nova York (coisa básica, quem nunca?) e tem um crush pelo Josh, um garoto que estuda com ela. Basicamente o livro é sobre os dois se conhecendo, se apaixonando, tendo que enfrentar vários desafios e no final tendo que decidir se realmente querem ficar juntos. Acabo de perceber que não sei como resumir livros de romance.
Sendo sincera, só comprei esse livro porque ele estava muito barato e achei a capa bonita. Gostei do livro? Não tanto quanto eu estava esperando. Achei que seria tipo Para todos os Garotos que já Amei só que foi mais como PS. Ainda Amo Você. Isla e o Final Feliz tem um começo e fim muito bonitinho e romântico mas o meio é basicamente sobre a Isla sendo chata para caramba. Eu entendo a insegurança dela e gostei de como ela cresceu ao longo do livro mas achei ela muito chata. Desculpa.

A Profecia das Sombras. Na continuação de O Oráculo Oculto o deus mais bonito e talentoso do panteão, Apolo (ainda no corpo de Lester Papadopoulos, um adolescente sem nenhum atrativo físico), precisa salvar mais um oráculo para poder tentar recuperar sua divindade.
Simplesmente amei esse livro! Tem girl power, fala um pouco sobre relacionamento abusivo (no livro anterior fala mais) e eu adorei como o tio Rick deixou óbvia a sexualidade do Apolo sem tornar a bissexualidade do personagem vulgar. Tudo isso em um livro infanto-juvenil. Como não amar? Queria ter lido esse livro na época em que li Percy Jackson e os Olimpianos (à uns 7 anos atrás mais ou menos).

Leia também: 5 motivos para ler O Oráculo Oculto, de Rick Riordan

Séries:

Lucifer terceira temporada. Para quem ainda não sabe sobre o que é a série: Lucifer é sobre, bem, o Lucifer. Um belo dia ele decide que não quer mais governar o inferno e vai passar umas férias na cidade mais badalada dos Estados Unidos, Los Angeles. Lá ele conhece a detetive Chloe por quem ele logo se interessa, os dois acabam se tornando parceiros de trabalho, amigos e talvez, só talvez o relacionamento deles evolua para algo mais.
Assisti a segunda temporada em maio e a terceira agora em junho. A segunda temporada é fantástica! Mas a terceira foi tããão fraca e olha que foi a temporada que mais tinha potencial mas não souberam aproveitar isso. Os episódios eram cansativos, minha personagem favorita da série estava extremamente chata (oi Maze!), os casos que a Chloe tinha que solucionar não eram interessantes e as motivações do vilão não me convenceram. Basicamente só terminei a temporada porque a série tinha sido cancelada mas esses dias saiu a notícia que a Netflix renovou ela e agora não sei o que esperar da quarta temporada.
Mas falando sobre a série em geral, ela é muito boa! Os personagens são cativantes, tem ação, drama e humor da medida certa e na segunda temporada os personagens se relacionam de uma forma tão bonitinha (não estou me referindo a relacionamento romântico).

Sense8 episódio final. Todo mundo já deve ter ouvido falar de Sense8 então não vou fazer resumo, sem falar que é complicado resumir Sense8.
Eu estava muito ansiosa por esse episódio desde que foi anunciado que ele iria acontecer e posso dizer que estava esperando mais dele. Foi um episódio lindo, foi sim! Mas por ser o último episódio da série eu estava achando que iria chorar do começo ao fim mas não, acho que faltou emoção e olha que eu sou bem emotiva...

Druck primeira temporada. Druck é o remake alemão da websérie norueguesa Skam. Comecei a assistir Druck em maio e fui assistindo os episódios conforme eles iam sendo lançados e agora em junho eu reassisti tudo de uma vez para poder escrever sobre a série (os episódios são curtinhos então foi de boa) e por isso não vou entrar em detalhes já que em breve vai ter post sobre o que achei de alguns dos remakes de Skam.

Leia também: 5 motivos para assistir Skam

Queer Eye as duas temporadas. Esse é um reality show produzido pela Netflix onde cinco homens gays (os fab five ou os cinco fabulosos ♥) dão dicas de moda, cuidados pessoais, cultura, design e gastronomia para homens.
Por que eu demorei tanto para assistir isso?! É simplesmente o melhor reality show que eu já vi, sério. Basicamente passei as duas temporadas com um sorriso no rosto e no final de cada episódio eu estava chorando. Não tem como não se emocionar! É ótimo ver um reality que fala sobre auto-estima, amor próprio e amor por outras pessoas ♥

Filmes:

The Kissing Booth (A Barraca do Beijo). O filme é sobre uma garota que se apaixona pelo irmão do melhor amigo e o conflito da história é que o melhor amigo não aceita o relacionamento entre a amiga e o irmão.
A minha curiosidade ainda vai acabar me matando. Vi o trailer desse filme, não gostei então achei melhor não assistir o filme, só que aí comecei a ver um monte de gente falando que viu o filme e amou, eu, como uma pessoa extremamente curiosa que sou resolvi assisti-lo para entender o porque das pessoas terem gostado dele. Assisti o filme e continuo sem entender. Assim, não é um filme ruim, surpreendentemente ele nem é clichê só que não vi nada demais nele. Se você quiser assistir um filme sobre crescimento pessoal eu indico Naomi e Ely e a Lista do Não Beijo, nele o crescimento dos personagens é muito mais nítido, a amizade entre os protagonistas é muito mais legal, os atores tem carisma e tem representatividade gay.

Love, Simon (Com amor, Simon). Simon é uma adolescente que tem bons amigos e um bom relacionamento com sua família mas ele tem um segredo, Simon é gay e sair do armário é um drama que ele não está afim de passar no momento. Simon tem um crush por um garoto misterioso que troca e-mails com ele e se identifica como Blue, e estava tudo ótimo até que um outro garoto da mesma escola descobre a troca de e-mail e passa a chantagear o Simon.
Estava muito ansiosa para assistir esse filme, eu li o livro só para poder assistir o filme e ele foi tudo aquilo que eu estava esperando. Ele é divertido e muito emocionante, ele deixou meu coração apertado em alguns momentos e em outros deixou meu coração quentinho e chorei horrores em uma determinada cena. Só não gostei tanto do final, quer dizer, foi um bom final só que achei que o Simon descobrindo quem é o Blue é mais realista no livro do que no filme.
O filme tem algumas pequenas diferenças do livro mas achei que ele é tão bom quanto o livro. Leia e assista Com amor, Simon ♥

Atlantis: O Reino Perdido.
O explorador Milo acredita que a cidade de Atlântida existe e um dia acaba recebendo um mapa indicando as coordenadas da cidade perdida e patrocínio para ir procurá-la junto com uma tripulação e um submarino. Mas antes de encontrar Atlântida Milo precisa enfrentar obstáculos submersos.
Tá aí um filme da Disney que ainda não tinha assistido e eu amei ele! Acho fascinante a história/lenda de Atlântida e vejo tão poucas pessoas falando sobre que achei muito legal ver um filme relativamente antigo abordando o assunto.

Alex Strangelove. Alex tem uma ótima namorada e pretende ter sua primeira transa com ela, até conhecer um garoto gay. Aí a coisa toda fica meio confusa para o Alex.
Filme divertido e interessante mas não achei grande coisa, o trailer desse filme é mais legal. Para quem achou que esse filme seria a versão de Com amor, Simon da Netflix, esquece. Não tem nada a ver.

Set It Up (Plano imperfeito). Cansados de seus chefes exaustivos dois assistentes resolvem unir forças para fazer com que seus chefes se apaixonem e deem um pouco de sossego para eles mas o plano não sai tão bem como o esperado.
O filme é previsível mas acho que entrou para a minha lista de comédias românticas favoritas. Essa é daquelas comédias românticas bem gostosas de assistir, não é um filme hilário mas é divertido e o que eu mais gostei é que o romance não é meloso.

♦♦♦

Mas e quanto a você, qual foi seu filme, série ou livro favorito de junho?

Fica mais um pouco. Talvez goste desses:

13 comentários

  1. Eu tenho tido bastante dificuldade para terminar a leitura de livros também, simplesmente não consigo engrenar e o que mais acabo fazendo é abandonar leituras. Tenho tentado criar uma rotina de leitura à noite pra ver se melhoro isso!
    Adorei o post!

    Beijos.
    BLOG COISA E TAL

    ResponderExcluir
  2. Olá, Ruby!
    Quanta coisa! Eu não consigo assistir nem um filme por mês, série então... Queria muito criar o costume de ver mais filmes, mas há sempre algum empecilho, seja o tempo ou indicações boas. Vi A barraca do Beijo também e até que gostei. Claro, não tem nada de mais mesmo, mas achei divertidinho. Das séries que você citou, eu já vi alguns episódios da Queer Eye, achei muito engraçado haha, mas acabei não continuando.

    Beijos
    Cantinho da Escrita

    ResponderExcluir
  3. Oie
    Por favor goste da Isla,ela se parece um pouco comigo kkkk.
    Também achei que "A barraca de beijo"nao tem nada demais para fazer.tanto sucesso mesmo sendo legal.
    Naomi e Elly é bem mais legal.
    Quero muito assistir "Love Simon ".
    Beijão

    Meu mundinho quase perfeito

    ResponderExcluir
  4. Super entendo essa falta de vontade, as vezes ela me pega também.

    Sobre sense8, apesar de ter gostado, acho que por ter sido necessário um desfecho mais rapido do que o planejado, muita coisa ficou em falta mesmo :/

    Queer Eye 💙

    ResponderExcluir
  5. Primeiramente, que bom que está tudo voltando ao seu devido lugar haha você está lendo e escrevendo de novo. Me diga uma coisa, vale a pena assistir Lúcifer? Sempre tive vontade, mas não sei se iria gostar. A barraca do beijo já assisti e adorei. Quanto a livros estou beeem parada, infelizmente. Eu adoro posts assim, não deixe de fazer não.

    http://sinceramente-le.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Eu amoooooo os fab 5, são meus bbs e toda vez que vejo um ep eu choro, não tem jeito. Quero ser amiga de todas.
    Já vi skam e se tornou minha série preferida da vida. Evak é o amor da minha vida sim! Mas ainda não tive coragem de ver nenhum remake, sei lá pq... sinto que nenhum vai chegar aos pés do original, mas acho que vou acabar vendo no futuro só pra saber se é bom heheheh
    beijos,

    Amanda
    www.amandasoldi.com

    ResponderExcluir
  7. Nossa, muitas dicas legais! Eu já vi vários desses filmes. Meu preferido foi Love,Simon. Das séries adorei Queer Eye. É sempre divertido

    ResponderExcluir
  8. Dos livros lidos não conheço nenhum, e das séries já ouvi falar em sense 8. Acredita que eu não assisti A Barraca do Beijo justamente porque todo mundo estava falando sobre? Era tanta gente comentando sobre o filme que eu não aguentava ler o nome, e peguei "ranço" sem ao menos assistir (assim aconteceu com La Casa de Papel). Depois de ler sua opinião, acho que fiz bem em não ter assistido.

    Com amor, Simon está na minha lista de filmes a serem assistidos.

    ResponderExcluir
  9. Que formato de post lindo. Eu sei bem como é ficar alguns meses ~parada~ sem ter lido ou visto nada. Na verdade, eu continuo não assistindo muita coisa, mas faço o possível para ler o máximo que conseguir!

    Eu já li os livros anteriores a Isla e o Final feliz, mas faz tanto tempo que nem me lembro direito hehe.
    Ainda quero o ver o filme do Simon, parece tão fofo *-*

    beijos.

    ResponderExcluir
  10. Eu comecei a ver Sense 8 e ODIEI. hahaha Ouvi todo mundo falando bem e acabei dando uma oportunidade, achei um saco, nem terminei de ver. Estou pensando em começar a ver Lúcifer, só vejo críticas ótimas. A barraca do beijo estou vendo todo mundo falando bem também, acho que irei ver. xD

    ResponderExcluir
  11. Menina, eu to num vício com A Barraca do Beijo. É o filme mais amorzinho que eu assistir nos últimos tempos. Adorei teu resumo, ja anotei aqui os títulos que quero assistir! :)

    ResponderExcluir
  12. As vezes a gente simplesmente dá aquela desanimada, né? Eu sei como é isso porque esse início de julho e final de junho eu demorei a pegar no ritmo, mas acho que agora essa segunda semana do mes as coisas estão começando a entrar nos eixos.
    A gente tem um gosto para filme um pouco diferente, eu prefiro suspenses e coisas um pouquinho mais dark sabe? haha
    Mas gostaria de assistir com amor simon :)
    Beijos!
    http://colorindonuvens.com

    ResponderExcluir
  13. também estava passando por uma fase assim (na verdade, estou me recuperando agora) e por isso, não assisti/li alguns dos filmes/sérios e livros que você citou, que estava na minha lista de pretendidos (como Lúcifer, Sense8 e A barraca do beijo), mas espero conseguir ser mais produtiva em relação a isso nesse restinho do mês. Amei o estilo do seu post, super bem escrito!

    Bjos, Marinspira <3

    ResponderExcluir

• Seu comentário é muito importante, portanto, sinta-se a vontade para me contar o que achou desse post, sempre mantendo respeito e bom senso, é claro.
• Normalmente os comentários são respondidos nos fins de semana.
• Lembre-se: espalhe o amor e não spam.
• Espero que tenha gostado daqui. Volte sempre! ♥