5 motivos para ler Carry On, de Rainbow Rowell

terça-feira, junho 13, 2017

Carry On foi um dos melhores livros que li ano passado e desde então venho tentando falar sobre ele aqui no blog, depois de não ter ficado satisfeita com a resenha que fiz dele decidi criar 5 motivos para você e todos lerem Carry On, espero que isso te convença.

Carry On | Autora: Rainbow Rowell | Editora: Novo Século | 448 páginas | Adicione ao Skoob

Carry On é um livro que está envolvido tanto com Fangirl (outro livro da Rainbow) quanto com Harry Potter mas não vou entrar em detalhes aqui sobre isso pois não é algo que seja necessário saber antes de ler o livro. Mas se tiver curiosidade no fim do post vou deixar uma imagem da própria autora explicando sobre isso.

Sinopse: “Simon Snow é um bruxo que estuda numa escola de magia na Inglaterra. Profecias dizem que ele é o Escolhido. Você pode até estar pensando que já conhece uma história parecida. O que você não sabe é que Simon Snow é o pior Escolhido que alguém já escolheu.
Poderosíssimo, mas desastroso a ponto de não conseguir controlar sequer sua própria varinha, Simon está tendo um ano difícil na Escola de Magia de Watford. Seu mentor o evita, sua namorada termina com ele e uma entidade sinistra ronda por aí usando seu rosto. Para piorar, seu antagonista e colega de quarto, Baz, está desaparecido, provavelmente maquinando algum plano insano a fim de derrotá-lo.
Carry On é uma história de fantasma, de amor e de mistério. Tem todos os beijos e diálogos que se pode esperar de uma história de Rainbow Rowell, mas com muito, muito mais monstros.”
Um detalhe que não está na sinopse porém é o ponto principal do livro é o relacionamento romântico entre o Simon e o Baz ♥

Motivo 1. É uma fantasia com diversidade.

Se você costuma ler livros de fantasia sabe que infelizmente ainda é um pouco difícil achar diversidade nesse gênero. Imagino que ao criar a história envolvendo Carry On Rainbow estava na verdade fazendo uma crítica ao gênero, gênero esse que muitos autores não se atrevem a mudar, Rainbow não, ela criou uma história onde o protagonista é um herói que não é heterossexual, e como qualquer ser humano ele não é perfeito. Simon tem defeitos, inseguranças e em vários momentos as pessoas ao seu redor colocam uma expectativa muito grande em cima dele. Alguém aí se identificou?

2. Clichês bem desenvolvidos são outro nível.

Logo na sinopse já vemos que Simon é o Escolhido e ao longo do livro em vários momentos o leitor e o próprio Simon são lembrados disso. Os clichês que eu notei foram os personagens estereotipados, Simon é o Escolhido, aquele que por alguma razão deve salvar o mundo; Baz é o bad-boy, aquele que é arrogante e bonito e sabe disso; Aghata é a mocinha indefesa; e a Penny é aquela que de tão inteligente faz os outros se sentirem meio burros.

Mas a questão é que eles não são apenas isso. Se tem uma coisa que a Rainbow é boa é em criar personagens e em Carry On ela pegou os clichês que todos já nos deparamos em algum momento e os moldou tornando seus personagens convincentes, do tipo que você se identifica de verdade.

3. Dialogo e frases de efeito para você achar suas conversas com seus amigos sem graça.

“– Você só quer um final feliz.
– Por Merlin, Agatha, você não quer?
– Não! Não quero! Eu quero ser o agora mesmo de alguém, Simon, não o felizes para sempre. Não quero ser o prêmio no final. Aquilo que você conquistar se derrota todos os chefões.” página 129
“– Quando é que Bunce vai chegar?
– E por que ela viria?
– Porque vocês fazem tudo juntos, não é? Quando você disse que ajudaria, eu estava contando que traria sua metade mais inteligente.” página 202
“– Será que isso funcionaria em você? – perguntei a ele.
– O quê?
– Uma estaca.
– É de se imaginar que uma estaca no coração mataria qualquer um, Snow.” página 444

4. É uma fantasia realista.

Sabe quando você lê uma história e ela te convence? É difícil encontrar isso em livros de fantasia (e olha que esse é o meu gênero favorito), mas a Rainbow, em cada pequeno detalhe, em cada ação dos personagens, torna tudo muito próximo do leitor. Como o fato de o Simon procurar ajuda de uma psicóloga pois é isso que uma pessoa que passa por um trauma deve fazer, a ideia do felizes para sempre nem sempre basta.

5. O final vai fazer você se sentir como se tivesse levado um tapa na cara.

Todo o final do livro foi surpreendente para mim porque eu nunca vi algo parecido em livros desse estilo. A verdade sobre o vilão me fez parar de ler, ficar olhando para o nada, com a boca aberta em formato de O pensando: “Não acredito...” Já o final quando o livro acabou, a forma como as coisas aconteceram, as decisões tomadas pelos personagens me fez ficar eufórica pensando: ”É isso! É isso que aconteceria na vida real!”
♦♦♦
E aí, já conhecia o livro?

Fica mais um pouco. Talvez goste desses:

23 comentários

  1. Não conhecia a história, mas já me encantei! Gênero de fantasia também é meu predileto e agora sinto que NECESSITO ler essa obra! Amei seu blog! Beijos!

    www.sabinastedile.weebly.com

    ResponderExcluir
  2. Oi tudo bem?
    As fotos lindas que você tirou também foram um motivo para eu ficar ainda mais empolgada para ler esse livro, mas primeiro irei ler fangirl que venho enrolando a um tempo

    ResponderExcluir
  3. Eu simplesmente adorei seu post! Eu já conhecia outra obra de Rainbow, bem como Eleanor & Park, agora estou convencida de que preciso conhecer mais esse livro também!
    Adorei seu Blog!

    Beijos

    Hellen Cristhi

    ResponderExcluir
  4. Fantasia também faz parte dos meus gêneros preferidos, e histórias que passam por cima de "padrões" sempre me cativam a navegar por elas, atrás da mensagem do autor. Fiquei muito curioso para conhecer esse livro, parece muito instigante. Abraços 😊

    ResponderExcluir
  5. Já tinha ouvido falar algumas coisas a respeito do livro, mas nunca tinha parado pra ler sobre a história em si e me encantei por ela ♥ Atualmente ando tentando dar uma chance aos livros de romance homossexual e me surpreendo tanto com os diálogos e cenas que é difícil voltar à realidade depois. É algo completamente diferente do que estou acostumada, mas algo positivo, sabe? Nunca li nenhum livro da Rainbow, mas tem tantos dela na minha lista de desejados.

    ResponderExcluir
  6. 5 motivos que me fizeram querer ter ele agora, sério!
    Só quero te agradecer pela indicação e tbm brigar com vc por me deixar com tanta vontade de ler um livro haha
    Só para responder sua pergunta... Não eu não conhecia o livro.

    Beijão

    ResponderExcluir
  7. Oie! Tenho que admitir, voce me convenceu a ler, haha
    Você foi direta, ate mesmo nos trechos que colocou, nao deu spoiler (poderia nao ter contado que o par de Simon é o Baz, mas tudo bem, haha)
    Super adorei a indicação, voce teve argumentos dentro do genero e dentro do livro pra me convencer!
    Adorei o post, parabéns ❤️

    ResponderExcluir
  8. Não conhecia esse livro , mas ja quero ler, vou adicionar na minha listinha e ler logo! Amo gênero de fantasia, na verdade, amo qualquer gênero, tudo me fascina kkkkk beijooos!
    Claraaoliveira.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Eu nunca li nenhum livro da autora, mas confesso que tenho vontade de ler algumas que já vi, esse parece também ser bastante divertido :) Flores no Outono 

    ResponderExcluir
  10. Eu nunca li Rainbow Rowell, mas tenho vários amigos que adoram e tenho muita curiosidade, obviamente impulsionada por ser grande fã de Harry Potter, hahahaha! Tenho mais vontade de ler Carry On do que Fangirl, pra falar verdade.
    Eu nunca tinha visto a capa "aberta" assim, que linda!

    ResponderExcluir
  11. Uauu! Já fiquei até curiosa para saber o final dessa história. EU não conhecia não, mas já vou tratar de ler. Você fez uma excelente resenha nessa postagem

    ResponderExcluir
  12. Essa parte de "dialogo e frases de efeito para você achar suas conversas com seus amigos sem graça"foi o melhor pra mim. Adoro livros assim e só por isso você já me convenceu a ler ele

    ResponderExcluir
  13. Não conhecia o livro, mas depois desse post ele já entrou para a minha lista de ''preciso ler imediatamente''
    amo livros de fantasia, e esse parece fugir da monotonia, muito bom mesmo!
    Parabéns pela resenha ♥

    ResponderExcluir
  14. Eu queria ter gostado mais de Carry On, sério. E entendo porque a maioria das pessoas que lê gosta tanto, mas não funcionou muito bem para mim.
    Beijos
    Mari
    www.pequenosretalhos.com

    ResponderExcluir
  15. Não conhecia. Essa pegada de poder e desastre me lembrou um pouco Saitama em One-Punch Man.

    Foi bem legal essa frase do dialogo sobre o prêmio final, vencer as fases e chefão.

    Armadura Nerd

    ResponderExcluir
  16. Aparentemente parece muito com Harry Potter, mas no fim das contas tem muitos itens diferentes. Eu nunca li, mas vou tentar colocar na minha lista ;)

    ResponderExcluir
  17. Eu não precisaria nem de 5 motivos para ler este livro , bastaria apenas um: Rainbow Rowell. O único livro dela que ainda não tenho é esse, mas tive uma prévia da história em Fangirl e adorei a premissa.

    ResponderExcluir
  18. Não conhecia o livro e não li sua resenha, mas parabéns, sua resenha conseguiu me convencer a ler este livro e ele já está indo pra lista. Adoro histórias que não tem aquele protagonismo forçado estilo Harry Potter, Buffy e outros onde a pessoa é O ESCOLHIDO santo milagroso que faz tudo porque o destino quis assim e só, gosto muito de ver imperfeitos, mais próximos da nossa realidade. E adorei a fato dele ser gay! Isso foi o máximo.

    Bites!
    Tary Belmont

    ResponderExcluir
  19. O realismo fantástico é uma das coisas que eu mais gosto. Isso de você ver uma história absurda, mas ao mesmo tempo, passada de um jeito que poderia muito bem acontecer no dia-a-dia. E quando eu era mais nova, tinha pavor de clichê, pra mim tudo tinha que ser inovador e revolucionário xD Hoje em dia não me importo com clichê, desde que seja bem amarradinho. Não conhecia o livro, mas parece ser uma leitura legal.

    Armadura Nerd

    ResponderExcluir
  20. Tou apaixonado pela capa.

    Confesso que não me empolguei pela história realmente parecer uma paródia de outras, mas a representatividade é definitivamente positiva.

    Só gostaria de ver isso acontecer numa nova história completamente original.

    ResponderExcluir
  21. Eu amo fantasia! E amo Fangirl! hahaha fiquei com um mix de sentimentos sobre querer ou não ler a resenha, porque acho arriscado isso que ela fez de mexer com "Harry Potter" sabe? Mas me interessei bem pelo plot ao mesmo tempo. Não sabia que era um romance homo! Bem legal. Vou colocar na minha listinha depois que vi sua resenha.

    www.papodefangirl.com.br

    ResponderExcluir
  22. Faz muito tempo que eu queria ler algo da Rainbow, mas não sabia por onde começar. Só por ter Harry Potter envolvido de algum jeito esse livro já me ganhou! <3

    www.coadjuvando.com.br

    ResponderExcluir
  23. Você já me convenceu no item 2 hahaha.
    Adoro um clichê, apesar de rolar aquele medinho de ficar muito batido, então quando você disse que é bem construído, já curti.
    Beijo

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante, portanto, sinta-se a vontade para me contar o que achou desse post, sempre mantendo respeito e bom senso, é claro.
Os comentários serão respondidos o mais rápido possível.
Lembre-se: espalhe o amor e não spam.
Espero que tenha gostado daqui. Volte sempre! ♥

@rubyane_santos