A adaptação não tem que ser fiel a obra original, e está tudo bem

segunda-feira, abril 03, 2017

via: pexels
O tão esperado por mim trailer de Death Note finalmente saiu e enquanto eu o assistia tudo que passava pela minha cabeça era "Vai ter uma galera que vai se revoltar quando assistir esse trailer". E não deu outra, tem até umas pessoas tentando boicotar o filme. O motivo? Bom, são vários, entre eles está o fato de os atores escolhidos não terem nada da aparência dos personagens no anime. Em outros tempos essa diferença teria me incomodado bastante mas depois de pensar um pouco cheguei a conclusão que é provavelmente impossível encontrar atores realmente parecidos com personagens de livros, mangás ou animes, mas principalmente de livros. Porque na hora de ler cada leitor vai imaginar o personagem de um jeito.

Mas eu não estou aqui para falar de Death Note ou de diversidade, esses são outros assuntos e a diversidade é um assunto muito mais delicado do que o que eu vou abordar nesse post.

Se teve uma coisa que eu aprendi com as séries The Vampire Diaries e Shadowhunters foi que está tudo bem a adaptação não ser totalmente fiel a obra original. Talvez até, a adaptação seja melhor que a obra original, ou não. E está tudo bem, mesmo.

Não vale a pena ir assistir algo e ficar comparando o tempo todo esse algo com livro x ou anime y. Das vezes em que eu fiz isso saí do cinema decepcionada e revoltada. E acredito que não tenha conseguido aproveitar o filme, cuja única função é entreter.

E também não vale a pena colocar um monte de expectativas em cima de um filme só porque o trailer da a impressão que de o tal filme vai ser fiel ao livro. Ele não vai ser totalmente fiel. Outra coisa que é bom ter em mente é que tudo que Hollywood botar a mão eles vão dar aquela americanizada básica. E na maioria das vezes vai dar a impressão de que eles nem leram o livro antes de produzir o filme.

A gente já tem o livro ou anime ou qualquer coisa para amar, a sua adaptação não precisa ser fiel e começo até a pensar que é até bom que ela (a adaptação) não seja fiel. Como um filme baseado em um livro, por exemplo, eu estou tendo a oportunidade de ver de uma forma diferente uma história que eu gostei. Talvez eu goste dessa adaptação ou talvez não, afinal, não tem porque uma adaptação ser totalmente fiel a sua obra original, já tem a obra original, para que criar algo totalmente fiel a ela?

Por exemplo atualmente estou assistindo a série 13 Reasons Why e a pouco tempo eu li o livro Os 13 Porquês, logo no primeiro episódio da série da para notar que ela não é lá muito fiel ao livro já que dá destaque para coisas que o livro não dá. E eu achei essa mudança ótima! O livro como um livro é muito bom, e a série como uma série é muito boa.

Mas enfim, isso é só algo para se pensar mesmo, eu mesma ainda não me desprendi totalmente desse meu lado de querer que um filme seja fiel ao livro. Mas estou tentando, porque acho que é bom assistir um filme como um filme e não como aquela adaptação daquele livro que gostei muito.

Bom, é só isso, espero que tenha dado para entender o que eu quis dizer. Ah, e me conta o que você pensa a respeito de tudo isso :3

Fica mais um pouco. Talvez goste desses:

8 comentários

  1. Sabe, também penso assim, afinal de contas, se chama adaptação cinematográfica e não cópia, né? Mas teve alguns que eu não gostei, como a série Shadowhunters e Divergente, que li os livros antes e no filme/série é um pouco diferente. Quando são os personagens, eu nem ligo muito, mas quando mudam algo completamente importante, acho estranho, mas não me recuso a assistir e nem falo mal apenas comento que não tem nada parecido com o filme. Acho feio as pessoas criticarem tanto, quando é uma adaptação. Elas não percebem que são ramos e públicos diferentes, as coisas são feitas diferentes...

    Beijos,
    Última postagemBlog Gaby DahmerFanpage

    ResponderExcluir
  2. Eu concordo com você. Acredito que se for pra ser idêntico eu não preciso ir ao cinema, já que o livro atende perfeitamente minhas necessidades, já que me trás tudo o que o autor quis passar... Um filme/série é a forma que a equipe da Produção encontrou de contar a história. Algumas mudanças me incomodam um pouco, mas não vou fazer um escândalo e nem boicotar a adaptação só porque no livro diziam que o vestido da personagem era azul e no filme ela apareceu de rosa... É uma adaptação e não uma leitura em cenário. Sei lá. É minha opinião, certos fandons são um tanto quanto histéricos as vezes, acredito que falta um pouco de flexibilidade.

    Gostei do assunto do texto!
    Um beijo!

    Aline
    Inventando Assunto

    ResponderExcluir
  3. Seu texto m fez lembrar da adaptação de O Lar da Srta. Peregrine Para Crianças Peculiares, pois o que teve de gente falando horrores porque o filme era diferente do livro foi incrível! Mas o que me estressou foi que criticaram até o fim o filme, como se o filme fosse uma verdadeira porcaria. Eu amei o filme, e mesmo sendo fã dos livros, não fiquei zangada com a adaptação, pois o próprio nome diz: adaptação!

    ResponderExcluir
  4. Depende! Não acho que tenha que ser 100% fiel ao livro, anime, hq, mangá, whatever, mas como você disse, às vezes parece que nem leram o conteúdo original. Eu não me importo com as pequenas diferenças em Senhor dos Anéis (inclusive, acho os filmes ótimos <3), por exemplo, mas me sinto muito desrespeitada quando os produtores simplesmente mexem em tudo e nem parece aquela história, como o filme de Max Payne.

    Sobre Death Note... sei lá, o mangá é ótimo, o anime é muito bom, já fizeram um live action péssimo, na minha opinião, e acho que deviam simplesmente deixar a pobre da história em paz, pq olha, tá ficando esquisito.

    Adoro posts com assuntos meio polêmicos. <3
    Metamorphya••• Participe do Sorteio de 1 Ano do Blog!

    ResponderExcluir
  5. Vi muita gente reclamando disso com o filme Bela e a fera, mas eu gosto da adaptação idêntica, por mais que tenha algumas coisas diferentes as pessoas ficaram bem descontentes, eu adorei o fato de manterem bem fiel a animação.

    ResponderExcluir
  6. Concordo com você. Muitas vezes as obras adaptadas para o cinema ou para série como é o caso de 13 reasons why ficam melhores que os livros. Eu ainda não li o livro de 13 reasons, mas todo mundo fala a mesma coisa, que a serie não é fiel e não vi ninguém reclamar disso. É impossível fazer totalmente igual, até porque não cabe na proposta né, sei lá. Passei a pensar assim depois de muito tempo ficando revoltada com as adaptações, mas aprendi a diferenciar uma coisa da outra.

    ResponderExcluir
  7. Acho que quando uma adaptação é feita, é sempre algo para adicionar. A gente tem que ter em mente todas as dificuldades de se adaptar exatamente como está no original. Só às vezes que eu não concordo mesmo com as mudanças, mas já fui muito mais crica com adaptações.
    Beijos
    Mari
    www.pequenosretalhos.com

    ResponderExcluir
  8. Eu sou uma pessoa chata! Muito chata! HUAHUAHUA
    Eu já assisti o filme Dezesseis Luas e havia lido a série completa bem antes do lançamento do filme, no entanto, eu não curti. Achei que ficou muito fraco perto do que foi o primeiro livro. A mesma coisa aconteceu com Fallen (principalmente, porque demoraram demais para lançar), e mesmo assim eu ainda tenho curiosidade de ver as outras adaptações caso saiam mesmo para o cinema.
    E até entendo, não é bom ficar comparando mesmo, porque o filme sempre será diferente do livro, no entanto, todo leitor quer ver seu livro aderindo a realidade, a personagens reais mesmo. É normal!

    Até mais!
    Karolini Barbara!

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante, portanto, sinta-se a vontade para me contar o que achou desse post, sempre mantendo respeito e bom senso, é claro.
Os comentários serão respondidos o mais rápido possível.
Lembre-se: espalhe o amor e não spam.
Espero que tenha gostado daqui. Volte sempre! ♥

@rubyane_santos