RESENHA: Prince of Thorns

quarta-feira, outubro 19, 2016

resenha Prince of Thorns - Marck Lawrence
Prince of Thorns. Trilogia dos Espinhos - livro 1 | Autor: Mark Lawrence | Editora: DarkSide Books | 364 páginas | No Skoob

Em meio a um Império Destruído, Honório Jorg Ancrath o príncipe herdeiro, quando criança presenciou o assassinato de sua mãe e seu irmão mais novo enquanto estava preso em uma roseira-brava, aos 10 anos Jorg foge do reino e se junta a uma irmandade de assassinos, aos quatorze anos, Jorg, agora líder de sua irmandade pretende voltar para casa e reivindicar o que é seu: seu lugar como herdeiro. Já que o Rei se casou novamente e a nova Rainha está grávida.

“– Quan... quantos anos você tem, rapaz? [...] Quinze primaveras, não mais. Não poderia ser mais... – Suas palavras saíram devagar, de lábios azuis num rosto pálido. [...]
Quinze anos. Se tivesse quinze anos não estaria devastando vilarejos. Quando chegasse aos quinze, já seria rei!”

Prince of Thors é dividido em duas partes, o presente, que é narrado por um Jorg de quatorze anos procurando saciar seu desejo de vingança, e o passado de quatro anos atrás narrado por um Jorg de dez anos inconformado por seu pai não querer se vingar do Conde, aquele que mandou matar a Rainha e seus filhos.

Essas ambas partes são narradas em primeira pessoa pelo Jorg, que narra detalhadamente algumas coisas e outras nem tanto, como por exemplo a aparência dos outros personagens, não se tem detalhes sobre isso, o que me incomodou um pouco mas depois achei que foi bom as coisas serem assim porque só mostra mais ainda que o Jorg tem pouco interesse nas pessoas e como o livro é narrado por ele, ele vai falar sobre o que lhe chama a atenção.

Jorg é provavelmente o protagonista mais complicado e interessante que eu já conheci. Ele é um completo sociopata, ele é cruel, obcecado, e não tem empatia, ele rouba, abusa, mata quem ele quiser e porque e quando ele quer, porém ele é carismático. É aí que surge a questão: gostar ou não do Jorg? O Mark conseguiu criar e construir o personagem tão bem que mesmo o Jorg sendo detestável não tem como não torcer por ele!

Eu estava dando uma olhada em umas resenhas e vi que muita gente se incomodou com a idade do Jorg mas isso não me incomodou não, tudo bem que não parece que ele tem quatorze anos mas aí eu levei em conta duas coisas: a) Prince of Thorns se passa em um época diferente da nossa, uma época onde a expectativa de vida pode ser diferente da nossa e b) Sim, existem jovens que fazem coisas terríveis de se imaginar.

Esse não é um livro fácil de ser lido, ele vai exigir toda a sua atenção. É uma leitura intensa, do tipo que a qualquer momento alguém pode morrer, e isso só me deixou mais curiosa para saber o que ia acontecer em seguida. MAS como todo bom livro de fantasia é uma leitura além de intrigante, confusa. Para começar esse livro se passa em um mundo que não dá para entender muito bem, eu achei esse mundo criado pelo Mark fantástico, mas é confuso. Desde o começo fica claro que se passa em uma era medieval, mas em alguns momentos dá a entender que a história se passa no nosso futuro, o Jorg até mesmo cita Platão e Shakespeare. E o segundo ponto é que tem muitos personagens – com nomes difíceis – e isso deixou meu cérebro meio bugado em alguns momentos...

Já a edição física está LINDA, sério, Prince of Thorns é um dos livros mais bonitos que eu tenho. Ele tem um mapa, folhas pretas, a fonte usada no presente não é a mesma usada no passado, e a capa é dura ♥

resenha Prince of Thorns - Marck Lawrence

Prince of Thorns foi um livro que eu tinha altas expectativas e em momento algum ele me decepcionou. Eu gosto de livros com temas diferentes e desde a primeira vez que eu vi que o Jorg é um anti-herói ele chamou a minha atenção. E apesar de ser um livro de fantasia sombria pouco se vê dessa fantasia, mas quando ela apareceu eu tive que parar a leitura e soltar um ”NOSSA...”

Nem preciso dizer que eu recomendo este livro, né? É claro que não recomendo para qualquer pessoa, apenas para quem gosta de uma temática mais sombria e pesada.
“O Conde Renar me manteve vivo. A promessa de sua dor esmagou a minha sob seus calcanhares. O ódio vai mantê-lo vivo onde o amor falhou.” página 39
“Se chegar a ocasião em que precise sacrificar estes campos para sair vitorioso, eu o deixarei arder em segundos. Tudo aquilo que você não pode sacrificar vira um fardo. Transforma você em alguém previsível, fraco.” página 108
“É o que eu sou. Se você quer desculpas, venha buscá-las.” Página 355

E você? Se interessou? Já leu ou pretende ler esse livro?

Fica mais um pouco. Talvez goste desses:

6 comentários

  1. Eu já tinha ouvido falar sobre esse livro a muito tempo atrás, é exatamente o tipo de livro que eu gosto: com personagens reais. Personagens todos cheios de altruismo, bondade, e etc não existem, o mundo não é assim tão coloridinho, então é bacana quando o autor cria um cenário e uma história como a desse livro e consegue criar uma personagem real, que se encaixe DE VERDADE com o que está sendo contado!
    Adorei a resenha! Beijos.
    www.jadeamorim.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu estava pensando algo parecido esses dias... estava pensando que é difícil encontrar alguém que seja tão corajoso e altruísta como os heróis que são comuns nos livros. Concordo com você, é sempre bom quando o autor cria algo diferente do que os outros autores estão acostumados a escrever.
      Que bom que gostou! *-*

      Beijo

      Excluir
  2. Caraca, a capa desse livro me persegue! Meu cunhado disse que queria muito e eu deixei de comprar uma vez então agora ele fica me seguindo haha. Eu fiquei meio sem jeito pq nao achei o livro legal então comprei algo que eu achava mais daora - sorte que o natal tá ai, dá pra comprar o livro e mandar a sua resenha pra ele também <3 E bom, ok, eu me rendo, a história parece bacaninha - mas star wars vence né?rsrrs
    dezoitoemponto.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso é um sinal de que você deve comprar logo esse livro hahahaha
      Sobre Star Wars eu não sei (nunca assisti x.x). Mas se você gosta de livros com uma pegada medieval e com um protagonista que fogem do comum, Prince of Thorns vale a pena :)

      Beijo

      Excluir
  3. Oiii Rubyane! Gostei muito da sua resenha *-* O enredo me pareceu ser bem interessante, principalmente pelo fato do personagem principal ser bastante jovem kkkk Deve ser bem legal ver os pontos de vista dele de idades diferentes e um pouco próximas :) Realmente fica um pouco confuso um enredo que cita coisas do futuro quando se passa no passado kkkk mas no geral me pareceu ser bem legal :D Seu blog é muito fofo e lindo, já estou seguindo para não perder mais nada <3

    *Beijokas -Hellen Barros.

    www.apenasgiz.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Hellen! Que bom que gostou! *-*
      Sim, é bem legal, e ajuda o leitor a entender melhor tudo que aconteceu.
      Eu já li o segundo livro dessa trilogia e acho que consegui entender esse lance da época em que se passa a história. É bem interessante.
      Obrigada! Fico feliz por isso! E seja muito bem-vinda ♥

      Beijo

      Excluir

• Seu comentário é muito importante, portanto, sinta-se a vontade para me contar o que achou desse post, sempre mantendo respeito e bom senso, é claro.
• Normalmente os comentários são respondidos nos fins de semana.
• Lembre-se: espalhe o amor e não spam.
• Espero que tenha gostado daqui. Volte sempre! ♥

@rubyane_santos