Precisamos falar sobre #SetembroAmarelo

terça-feira, setembro 27, 2016

Setembro já está quase acabando mas nunca é tarde ou cedo para conversar sobre esse assunto.

Ano passado eu falei sobre o Novembro Azul e agora que estamos em Setembro é hora de falar sobre o Setembro Amarelo. Essa campanha foi criada para prevenir o suicídio, que apesar de pouco comentado pela mídia ele existe e acontece com mais frequência do que muita gente imagina.

Para você ter uma idéia, o assunto é tão pouco falado que eu só fui conhecer a campanha no mês passado, sendo que ela foi criada em 2014. Segundo o site oficial o suicídio mata em média 32 brasileiros por dia, sendo que de 10 casos 9 poderiam ser evitados. O suicídio mata mais que a AIDS e muitos tipos de câncer.

É difícil falar sobre o suicídio porque ele não depende de uma só pessoa, a sociedade toda é responsável por ele. Seja na forma como ainda tratam a depressão, a ansiedade ou o trabalho dos psicólogos e psiquiatras. Esses assuntos ainda são tabus para muita gente e muitos pensam que evitar falar sobre isso, varrer o problema para debaixo do tapete vai fazer com que ele suma. Mas não vai.

Mas como expectadores o que nós podemos fazer para ajudar alguém que precisa de ajuda? De certa forma é complicado porque muitas vezes não estamos prontos para receber a carga emocional de outra pessoa, e por mais que a nossa intenção seja ajudar pode acontecer de o nosso conselho piorar a situação. Então devemos tomar cuidado com isso, mas é claro podemos fazer a nossa parte. Preste mais atenção no comportamento das pessoas próximas a você, mostre que você se importa, caso note um comportamento diferente  aconselhe ela a procurar um psicólogo e se ofereça a acompalha-la na consulta. Mas talvez a coisa mais importante que você pode fazer é não julgar o sofrimento dos outros, o que para você é um chuvisco para o seu amigo pode ser uma tempestade. Você pode não entender mas tenta não julgar.

São diversos os motivos que levam uma pessoa a pensar em suicídio ou cometer ele. Pode ser por bullyng, problemas com a família, com a escola ou trabalho, pode começar com a ansiedade que pode levar a depressão, pode ser o sentimento de que ninguém se importa com você ou que você não é útil ou importante...  E conversar sobre o está sentindo pode ajudar e muito. Para isso o CVV (Centro de Valorização da Vida) realiza apoio emocional e prevenção do suicídio. Eles atendem voluntária e gratuitamente qualquer um que quer e/ou precisa conversar. Para tornar a experiência mais fácil eles atendem por telefone, email, chat ou Skype 24 horas todos os dias.

Fica mais um pouco. Talvez goste desses:

2 comentários

  1. Oi Ruby, meu último post também foi sobre setembro amarelo e concordo ctg, é de se espantar com os números altos, é algo muito triste. E parece que a sociedade não enxerga isso, não percebe que a pressão e o preconceito dela ajudam a esse número aumentar, que não é mimimi, que na verdade é algo extremamente sério e que precisa sim ser muito comentado e conversado. A gente tem que prestar atenção em quem está ao nosso lado, às vezes uma palavra faz uma diferença tão grande no momento pelo qual o outro está passando. Lindo texto viu?! Beijos beijos!

    Metamorphya•••

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bru! Sim, é surpreendente e triste esses altos números...
      Acho que o pior de tudo é as pessoas julgando o sofrimento alheio, nisso muita gente ainda precisa evoluir e parar de falar que o sofrimento dos outros é mimimi.
      Exato! Ou mesmo só estar ali ao lado da pessoa mostrando que se importa com ela já faz uma diferença enorme.
      Obrigada <3

      Beijo

      Excluir

Seu comentário é muito importante, portanto, sinta-se a vontade para me contar o que achou desse post, sempre mantendo respeito e bom senso, é claro.
Os comentários serão respondidos o mais rápido possível.
Lembre-se: espalhe o amor e não spam.
Espero que tenha gostado daqui. Volte sempre! ♥

@rubyane_santos