Resenha literária | Dama da Meia-Noite

sexta-feira, maio 27, 2016

Resenha Dama da Meia-Noite Cassandra Clare
Dama da Meia-Noite. Os Artifícios das Trevas – livro 1 | Autora: Cassandra Clare | Editora: Galera Record | 574 páginas | Skoob.

1) Essa resenha não contém nenhum spoiler da série Os Instrumentos Mortais e As Peças Infernais 2) Não é necessário ter lido As Peças Infernais e/ou Os Instrumentos Mortais mas para ler Dama da Meia-Meia. 3) Se prepara que a resenha está um pouquinho grande.

O ano é 2012, cinco anos se passaram desde os acontecimentos de Cidade do Fogo Celestial, Emma Carstairs agora com 17 anos vive no Instituto de Los Angeles com seu parabatai, Julian Blackthorn, e os irmãos dele, Livia, Tiberius, Drusilla e Octavian. Quando corpos de humanos e fadas começam a ser encontrados da mesma forma que os pais de Emma foram encontrados a cincos anos atrás Emma vê a chance de encontrar o assassino e se vingar. Devido aos assassinatos a Corte Unseelie (a corte das fadas) propõe um acordo, em troca de os moradores do Instituto de Los Angeles descobrirem quem está matando as fadas Marck Blackthorn será devolvido a sua família. Tudo sem que a Clave descubra já que ela mantém a Paz Fria, lei que proíbe que o povo das fadas tenha qualquer contato com caçadores de sombras. Em meio a tudo isso Emma se vê confusa com seus sentimentos em relação a Julian mesmo sabendo que a lei proíbe qualquer relacionamento romântico entre parabatais.
“Lex malla, lex nulla.
Uma lei ruim não é lei” página 153
Eu estava esperando para ler esse livro desde que li Cidade do Fogo Celestial, ou seja tinha expectativa envolvida e felizmente não me decepcionei. Algumas coisas não mudaram, a escrita da Cassie continua a mesma, intrigante e com um leve humor. O livro não me surpreendeu muito – provavelmente porque eu procurei por spoilers antes de começar a leitura – mas o que eu mais gostei foram os personagens e suas peculiaridades. E o legal é que tanto a Emma quanto o Julian são completamente diferentes dos outros protagonistas da Cassie Clare.

Jules teve que abandonar a infância aos 12 anos para cuidar de seus irmãos mais novos já que em pouco tempo ele perdeu o pai e os irmãos mais velhos e em alguns momentos fica claro que ele não vê mais as crianças como irmãos e sim como filhos. O melhor é que ele não sai por aí sendo arrogante ou desagradável com as pessoas para esconder um segredo (como Jace e Will), ele esconde segredos sim (até mesmo da Emma), mas faz isso sendo um bom irmão e amigo.
“– Não é esse o espírito da Lei, Emma. Lembra? A Lei é dura, mas é a Lei.
– Pensei que fosse “a Lei é irritante, mas também é flexível”.” página 26
Emma é a melhor caçadora de sombras desde Jace Heroldale, e isso não é porque ela tem algum poder diferente, é porque ela quis e treinou até conseguir. Diferente da Clary e da Tessa, ela é mais madura e ousada (e mais divertida também). Não só pela idade mas acho que pelos problemas que enfrentou desde criança sendo caçadora de sombras. E ela tem uma amiga! Foi tão legal ver duas mulheres conversando sobre assuntos diferentes e ajudando uma a outra em um livro!

Eu não sabia muito o que esperar de Cristina, mas a moça me surpreendeu. Ela é compreensiva, inteligente e enquanto todo mundo estava meio desesperado Cristina estava lá tentando acalma-los. Mas os personagens mais interessantes – e que eu espero que tenham muito mais destaque futuramente – foram Ty e Dru. Ty com o seu jeitinho todo sério, demonstrando alguns traços de Autismo, gostando dos livros do Sherlock Holmes e querendo ser uma espécie de detetive caçador de sombras e Dru que não é um dos gêmeos, nem a mais velha ou mais nova dos Blackthorn, que parece ser mais velha do que realmente é, que não tem o mesmo corpo magro e esguio dos irmãos e que adora filmes de terror.

Como eu disse lá em cima não é preciso ter lido Os Instrumentos Mortais ou As Peças Infernais para entender Dama da Meia-Noite. O livro explica tudo que se precisa saber sobre o mundo dos Caçadores de Sombras o que para mim foi bem entediante no começo, sabe quando te explicam uma coisa que você já sabe? Então...

Dama da Meia-Noite é narrado em terceira pessoa pela perspectiva principalmente de Emma, Jules e as vezes por Cristina, Mark ou Kit Rook. Particularmente gostei bastante quando a narração focava no Kit, o garoto tem uma personalidade legal e a história que envolve a sua família é interessante, confusa, intrigante e eu já comecei a shippar ele com um certo Blackthorn aí.... Espero que o garoto tenha mais destaque nos próximos livros (e acho que vai ter sim).

Quanto a edição física, ela está razoável (pelo menos a edição de colecionador). A capa do livro é linda e a edição ainda veio com um mapa dos arredores de Los Angeles só que eu encontrei vários erros de digitação, isso não chegou a me incomodar mas parece que revisaram o livro às pressas sem dar muita atenção para ele. Essa edição também veio com um capítulo extra e admito que só comprei o livro na pré-venda por causa desse capítulo e no fim das contas não achei ele grande coisa. O capítulo é protagonizado pelos personagens de Os Instrumentos Mortais e narra um evento importante na vida desses.

Apesar de Dama da Meia-Noite ser um livro um pouco longo é bem fácil e gostoso de ler ele. Recomendo ele principalmente para quem leu As Peças Infernais e/ou Os Instrumentos Mortais e quer rever alguns personagens ou saber o que eles estão fazendo com suas vidas. Porque sim, alguns personagens antigos aparecem, tipo o Magnus e a Tessa ♥

Então juntando os novos personagens com os de As Peças Infernais, Dama da Meia-Noite se tornou o meu livro favorito da Cassandra Clare. Só teve uma coisa que me deixou confusa, dava para pedir pizza através de aplicativos no celular em 2012?
“A Clave era o governo de Caçadores de Sombras. Pela experiencia de Kit, eles não gostavam de nada.” página 15
“– Toda história é uma história de amor. [...] Leis não significam nada, menino – disse Malcolm, com uma voz baixa que mesmo assim ressoou. – Não há nada mais importante do que o amor. E nenhuma lei superior.” página 81

Fica mais um pouco. Talvez goste desses:

8 comentários

  1. Gente, que lindos esses livros! Sério, OLHA ESSAS CAPAS! Amo livros bonitos!
    Sua resenha ficou muito boa, Ruby! Fica legal de ler, não é cansativa. Gostei! Eu não conhecia esses livros, já conhecia os livros (e também filme, série) de Instrumentos Mortais, mas também não os li ainda. Mas tenho vontade, acho a história muito interessante!
    bjs
    blogtrashrock.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é lindo? Eu também adoro livros bonitos.
      Obrigada, Mah! Fico feliz em ler isso. Esse é um dos meus medos, sabe? Escrever demais e acabar deixando o texto cansativo kkk
      Os livros da Cassandra Clare estão na minha lista de favoritos então tudo que eu posso te dizer é: leia os livros dela! *o*

      Beijo

      Excluir
  2. Ja ouvi falar da série, mas ainda não li nenhum livro </3
    Dama da meia noite tem uma capa tão bonita quanto a dos outros livros, né?
    Muito bom quando um momento que ficamos esperando acontece rsrs
    Ah e amo livros com mapas.
    Beijos!

    www.quetransborde.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se você gosta de livros com fantasia provavelmente vai gostar dos livros da Cassie :)
      Sim, a capa é linda! Todas as capas dos livros da Cassie são lindas mas essa de Dama da Meia-Noite é a minha favorita ♥
      Livros com mapas são os melhores!

      Beijo

      Excluir
  3. Sempre que encontro uma resenha de um dos livros da Cassandra, fico mais tentada a começar alguma leitura dela.. hahah
    Que capa linda!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia os livros da Cassie! Eu recomendo! *o*

      Beijo

      Excluir
  4. Hey!!!

    Eu preciso ler esse livro, tipo pra ontem!!! :D

    Sou fissurada nas obras de Cassandra, e não vejo a hora de conhecer mais sobre Emma e Jules.

    Beijos,

    http://tordodemorango.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      Você provavelmente não vai se arrepender em ler Dama da Meia-Noite! E a Emma e o Jules são os melhores protagonistas ♥

      Beijos

      Excluir

• Seu comentário é muito importante, portanto, sinta-se a vontade para me contar o que achou desse post, sempre mantendo respeito e bom senso, é claro.
• Normalmente os comentários são respondidos nos fins de semana.
• Lembre-se: espalhe o amor e não spam.
• Espero que tenha gostado daqui. Volte sempre! ♥

@rubyane_santos