Resenha: conto Despersonalização de Daiana de Azevedo

sexta-feira, fevereiro 12, 2016

Eis algo que eu deveria ter lido em dezembro (se não me engano) e agora que acabei de terminar de ler me arrependo por não ter lido ele antes.

Despersonalização.
Autora: Daiana de Azevedo.     Formato: eBook Kindle
Páginas: 6.                                  Minha nota: ★★★★★

Sinopse: Despersonalização, é um transtorno psicológico onde a pessoa apresenta uma desordem dissociativa, as vezes não reconhecendo a si mesmo ou o ambiente externo, tendo a impressão de que as coisas ao seu redor sejam um filme e ele é apenas o espectador passivo, problema este comum, só que muitas vezes invisível. Nesse conto você se tornará intimo do personagem e descobrirá como uma pessoa com esse distúrbio psíquico passa os seus dias, acompanhará também o motivo e a cura desse mal, em uma história envolvente sobre um assunto de muita seriedade. Um conto que fará você analisar se está cuidando bem da sua mente e ponderar o que realmente vale a pena.

Admito que até começar a ler o conto eu nunca tinha ouvido falar sobre a doença, até que comecei a ler Despersonalização e resolvi pesquisar um pouco para saber melhor do que se tratava. A mente humana e suas complexidades sempre me instigaram e foi isso que me fez ficar interessada nesse conto. Nele temos um homem diagnosticado com despersonalização. Sozinho e sem vontade de viver um dia ele encontra um gatinho na rua e o adota. É a partir daí que as coisas começam a mudar lentamente.

O conto é bem curto e da para ler em alguns minutos, ele é narrado em primeira pessoa e é bem descrito. Consegui me envolver com o personagem, e em alguns momentos sentir um pouco do que ele sentia. É uma narração intensa e intrigante porem simples e fácil de acompanhar.

Uma coisa que eu gostei bastante foi a importância do gatinho na vida do homem, e os benefícios que um animalzinho pode nos trazer. Mas sobre tudo esse conto fala sobre a importância que é a pessoa que está com algum problema aceitar o que está acontecendo e aceitar que precisa de ajuda, de pessoas próximas e de si mesma.

"Existe muito preconceito por traz de qualquer assunto psíquico, as pessoas são leigas e tem o hábito de não querer falar sobre o assunto, ignoram a existência ou simplesmente rotulam como loucura qualquer um desses transtornos."
"Felicidade de verdade é um dia calmo, com boa programação na televisão, com um amiguinho do lado, mesmo que não seja humano, com boa comida, um abraço sincero, um sorriso largo além do corpo e mente saudáveis."

Essa resenha foi bem pequena mas espero que tenham se interessado pelo conto. Acho que todas as pessoas deveriam ler ele pois ele pode ajudar algumas pessoas a mudar pensamentos preconceituosos. E ah, a Daiana além de escritora também é blogueira, o blog dela é o Vida apos dezoito e para saber mais sobre o conto Despersonalização clique aqui.

Fica mais um pouco. Talvez goste desses:

6 comentários

  1. Parece muito interessante! Já tinha ouvido falar sobre essa desordem há um bom tempo. Adoro contos e outras literaturas que envolvem o mundo psicológico. Não conhecia esse conto. Obrigada pela recomenda.

    Flor de Júpiter | www.flordejupiter.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou! É sempre bom ler coisas sobre o assunto :)

      Excluir
  2. Nossa, que interessante. Nunca havia ouvido falar sobre o assunto e não sabia que haviam contos disponíveis no ebook :o. Conferirei imediatamente!

    Me chama de Bella

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, até um tempo atrás eu também não sabia nada disso. Mas vale a pena conferir! :)

      Excluir
  3. Oooi! Tudo bem?

    Parece muito interessante, mas pra ser sincera fico com um pé atrás por ter uma quantidade tão pequena de páginas para abordar um tema tão complexo e de certa forma sério, afinal é um distúrbio né. Sei lá não deve ter dado pra explorar nada direito... Estou errada?

    Beijinhos, te espero lá no http://amendoasefelpices.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi oi! Tudo bem e você?
      Então, para mim o conto consegue passar a mensagem certa de forma resumida em poucas páginas. É claro que ficaria melhor se fosse um livro, daria para a autora explicar de forma mais detalhada e colocar mais cenas em que a pessoa não tem mais esperanças, fazendo assim com que o leitor entenda melhor esse distúrbio (e eu espero que a autora ainda escreva um livro baseado nesse conto). Mas o lado bom de ser só 6 páginas é que ele se torna mais acessível a todos, porque quem não gosta de ler tende a se sentir intimidado por um livro de mais de 50 ou 100 páginas e 6 páginas pode ser algo que essas pessoas leriam, e isso vai fazer com que mais pessoas entendam o que é Despersonalização.

      beijos :*

      Excluir

Seu comentário é muito importante, portanto, sinta-se a vontade para me contar o que achou desse post, sempre mantendo respeito e bom senso, é claro.
Os comentários serão respondidos o mais rápido possível.
Lembre-se: espalhe o amor e não spam.
Espero que tenha gostado daqui. Volte sempre! ♥

@rubyane_santos