Resenha: As Crônicas de Bane

quarta-feira, janeiro 13, 2016

Mais ou menos sete meses sem ler nada da Cassandra Clare e só quando li As Crônicas de Bane que percebi o quanto eu sentia falta da escrita e dos personagens incríveis da autora.

resenha as cronicas de bane

As Crônicas de Bane.
Autoras: Cassandra Clare, Sarah Rees Brennan e Maureen Johnson. Editora: Galera Record.
Páginas: 388                              Gênero: Fantasia, romance.
No Skoob                                    Nota: ★★★★★ ♥

Não recomendo esse livro para quem não leu As Peças Infernais e Os Instrumentos Mortais. Essa resenha não contem spoilers dos livros anteriores do mundo dos Caçadores de Sombras. 
Também já fiz resenha de Cidade das Almas Perdidas e Cidade do Fogo Celestial.

As Crônicas de Bane é um livro que reúne 10 contos e um "bônus" sobre as aventuras que o Auto Feiticeiro do Brooklyn, Magnus Bane, teve ao decorrer de sua vida imortal. Os contos se passam em diferentes anos – 1791, 1857, 1903, 1989 e etc –, mas também tem aqueles que se passam no mesmo ano que Os Instrumentos Mortais. O livro foi escrito pela Cassandra Clare em parceria com as autoras Sarah Rees Brennan e Maureen Johnson e no inicio de cada conto tem uma ilustração feita pela Cassandra Jean.
resenha as cronicas de bane

Como todo livro de contos teve aqueles bons e outros não tão bons assim, teve o que me decepcionou ou passou despercebido e os que me encantaram e me fizeram rir. Mas para a resenha não ficar enorme eu só vou falar um pouco sobre os contos que mais chamaram a minha atenção.

O que realmente aconteceu no Peru: esse foi o conto que me decepcionou. Acho que foi devido ao título, eu esperava mais e no fim não aconteceu nada. Mas Catarina Loss e Ragnor Fell me fizeram dar boas risadas, então valeu a pena.
O Herdeiro da Meia-Noite: Não dá para explicar muito sobre o que acontece nesse, mas como não morrer de amores por ele? Nele revemos Will, Tessa, Jem e podemos conhecer novos personagens como o problemático James Herondale, a enigmática Grace Blackthorn e a mágoa que sua mãe tem sobre os caçadores de sombras.
Salvando Rafael Santiago: É nele que conta como Magnus conheceu Rafael e como foram os dias difíceis em que o garoto morou no apartamento do feiticeiro. Bons momentos hilários devido a personalidade difícil de Rafael. Eu nunca tinha imaginado que Ragnor e Rafael juntos poderiam me fazer rir tanto.
O que dar de presente para o Caçador de Sombras que já tem tudo: Magnus pedindo ajuda do que dar de presente a Alec para Catarina e Ragnor e recebendo dicas do demônio mais simpático de todos! Ragnor apareceu no conto então nem preciso dizer que achei hilário e adorei.
A Última batalha do Instituto de Nova York que foi o meu conto favorito, se passa no fim dos anos 80 e conta como foi a primeira vez que Magnus conheceu os membros do Ciclo de Valentim. De todos do livro esse conto é o mais triste e o mais bonito e mostra um pouco como Tessa e Magnos foram gentis com Jocelyn e Clary mesmo depois de tudo que Valentim fez com os membros do submundo.
resenha as cronicas de bane

O livro é narrado em terceira pessoa e como todo livro da Cassie a narrativa flui com facilidade e me prendeu do início ao fim. Os personagens não poderiam ter estado melhores, todos cativantes com suas personalidades peculiares. Magnus sempre foi um dos meus personagens favoritos então foi ótimo te-lo como protagonista. Mas o que me surpreendeu foi que eu não esperava que a amizade entre Magnus, Catarina e Ragnor fosse tão incrível e divertida. Estou torcendo para que Ragnor apareça e tenha mais destaque em The Last Hours.

Sobre tudo, As Crônicas de Bane serviu para contar um pouco sobre a complicada vida de feiticeiro de Magnus, tudo que ele fez por amor a Camille, o que ele fez para ajudar os membros do submundo e os caçadores de sombras, e conhecemos também alguns de seus vários amores.

Esse foi um livro que me fez sentir saudades de As Peças Infernais e muita ansiedade pelos livros que ainda estão por vir da Cassie Clare. #ChegaLogoLadyMidnight!

"– Magnus – falou – o que aconteceu com James?
– O que aconteceu? – perguntou o feiticeiro, pensativo. – Bem, deixe-me ver. Ele roubou uma bicicleta e pedalou sem usar as mãos, pela Trafalgar Square. Tentou subir a coluna de Nelson e lutar com ele. Então o perdi por um breve período de tempo, e, quando o alcancei novamente, ele tinha andado até o Hyde Park, entrado no lago Serpentine, aberto os braços e gritava "Patos, reconheçam-me como seu rei!"" página 134
"Mesmo que os Caçadores de Sombras estivessem esperando alguma interrupção e os lobisomens torcessem por um salvador, aparentemente ninguém esperava tanto rosa-shocking." página 316
"Magnus frequentemente pensava em adquirir um bicho de estimação, mas jamais cogitou ter um vampiro adolescente rabugento. Se Raphael fosse embora, pensou, arrumaria um gato. E sempre faria uma festa de aniversário para o bichinho." página 216
resenha as cronicas de bane

E aí, o que achou da resenha? Já leu As Crônicas de Bane ou tem vontade de ler? Curte Os Instrumentos Mortais ou As Peças Infernais?

Fica mais um pouco. Talvez goste desses:

12 comentários

  1. Para mim falta ler o códex e as cronicas de bane, quero muito ler! mas curto mais as peças infernais que os instrumentos mortais, acho que Clary muito chata kkkkkkkk
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também não li o códex ainda :/
      Também gosto mais de As Peças Infernais, os personagens são bem mais legais! A Clary é chata mesmo, até o Jace é fica chatinho no quarto e no quinto livro x.x kkkkk

      beijos

      Excluir
  2. Eu quero pode crer! Sou fã da Cassandra e apaixonada pela série dos instrumentos mortais, mas ainda estou em Cidade de fogo celestial. Mas este livro assim como as peças infernais e lady midnight já estao na minha lista.

    http://izcordeiro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu estou louca para ler Lady Midnight! E as Peças Infernais é a melhor trilogia *-*
      Uma dica, leia As Peças Infernais antes de ler As Crônicas de Bane, assim a leitura fica mais fácil de entender.

      beijo

      Excluir
  3. Já vi o filme de Instrumentos Mortais e até hoje sou louca pra ler os livros! Parecem ótimos!
    Adorei sua resenha desse, ficou muito completa! Mas só poderei ler esse depois de ler os outros.
    bjs
    blogtrashrock.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só digo uma coisa, os livros são muito melhores que aquele filme kkkkk Mas realmente, são ótimos mesmo, eu adoro.
      Obrigada! ♥ Isso, mas quando ler Cidade dos Ossos (primeiro livro de Os Instrumentos Mortais) me fala o que achou :)

      bejo

      Excluir
  4. Nossa,estou louca para ler esse livro. Estou lendo cidade de vidro é e muito bom. Seguindo o blog,adorei.
    bjs
    http://floresecencia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saudades de Cidade de Vidro *-*
      Obrigada! Seja bem-vinda ♥

      beijo

      Excluir
  5. Oi
    que bom que gostou de ler esses contos, até hoje só li dois livros da autora instrumentos mortais e o segundo, preciso terminar de ler os livros e assim posso ler esse, acho legal livros com ilustrações diferentes.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      Ah então termine de ler, o terceiro livro de Os Instrumentos Mortais é o melhor!
      Eu também adoro livros com ilustrações desse tipo *-*

      beijo

      Excluir
  6. Não tinha ouvido falar desse livros, confesso que não sou muito fã de crônica, mas sinto vontade de ter instrumentos mortais, porque já vi TANTOOOOOS comentários positivos haha

    Beijos, Love is Colorful

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se você gosta de livros nesse estilo (fantasia, aventura, romance) eu super te recomendo Os Instrumentos Mortais. É uma das minha séries de livros favorita *-*

      beijo

      Excluir

Seu comentário é muito importante, portanto, sinta-se a vontade para me contar o que achou desse post, sempre mantendo respeito e bom senso, é claro.
Os comentários serão respondidos o mais rápido possível.
Lembre-se: espalhe o amor e não spam.
Espero que tenha gostado daqui. Volte sempre! ♥

@rubyane_santos