Resenha: Quando Cai o Raio de Meg Cabot

domingo, maio 17, 2015

Quando Cai o Raio. Desaparecidos - livro 1
Autora: Meg Cabot.      Editora: Galera Record.
Páginas: 272.                 Gêneros: Ficção, jovem adulto.
No Skoob                        Minha nota: 5/5

Eu sempre tive vontade de ler algum livro da Meg Cabot, mas O Diário da Princesa e A Mediadora nunca me interessaram, até que um belo dia eu conheci a Jessica Mastriani no blog da Pam Gonçalves e foi interesse a primeira vista.

O livro é narrado no ponto de vista da Jessica Mastriani, ou só Jess, uma garota de dezesseis anos um tanto inconsequente e de personalidade forte. Jess vivia uma vida normal, dava socos ou arranjava brigas com caras bem maiores que ela, só para defender sua melhor amiga ou seu irmão – e como consequência disso tinha detenção depois da aula todos os dias –, tocava flauta e fazia parte da orquestra da escola. As coisas acabam mudando quando Jess e sua melhor amiga acabam sendo pegas por uma tempestade e Jess é atingida por um raio. Nada de diferente parece acontecer até que na manhã seguinte a garota sabe a localização das crianças desaparecidas que estavam no anuncio da caixa de leite. O FBI acaba descobrindo esse "dom" de encontrar pessoas e solicita a ajuda de Jess para trabalhar para o Governo Americano.

Já fazia bastante tempo que eu não lia um livro tão curto, tanto que eu fiquei com medo de terminar de ler ele muito rápido. A escrita da Meg é bem leve e gostosa de ler, e também tem umas boas pinceladas de humor, é aquele tipo de história que você lê e nem vê o tempo passar, sabe? A Jess é uma personagem que eu particularmente adorei, não é comum eu gostar de personagens protagonistas mas a Jess me encantou desde a aparência dela à ser flautista e ainda não ter medo de bater em jogadores de futebol. Já os outros personagens eu acho que a Meg poderia ter explorado mais eles, como por exemplo os irmãos da Jessica, principalmente o irmão mais velho, Doug. Mas acho que tem chances deles serem mais presentes nos próximos livros da série, que se eu não me enganos tem mais quatro livros pela frente.

"Sim, claro, eu tinha sido tocada pelo dedo de Deus mesmo. A pergunta era: qual dedo?" p.153

Bom é isso, espero essa resenha tenha sido útil para você e que tenha se interessado por esse lindo livro. E me conta aí em baixo se já conhecia o livro ou não, tá? :*

Fica mais um pouco. Talvez goste desses:

8 comentários

  1. Oi Rubyane!
    Tenho muita vontade de conhecer a escrita da Meg Cabot.
    Eu leria A Mediadora e também fiquei curiosa por Quando Cai o Raio. =)
    Beijos,

    Priscilla
    http://infinitasvidas.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey Prih!
      Fico feliz que tenha ficado curiosa, espero que leia o livro. A escrita da Meg é muito boa, não vai se arrepender =)

      xoxo

      Excluir
  2. Adorei a resenha, fiquei curiosa com o jeito da Jess, amo protagonistas fortes e com personalidade forte. Bjs - http://sobangulos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha gostado! Também adoro protagonistas assim, e o melhor: a Jess não é aquele tipo de menina chata, sabe? haha

      xoxo

      Excluir
  3. Não conhecia muito do livro mas pela sua resenha para ser bem legal
    Beijos:*
    http://escritasnachuva.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bem legal sim! Super recomendo, Dani :)

      xoxo

      Excluir
  4. Oi
    Eu gosto dos livros da Meg, mais não conhecia esse a história parece ser legal e salvei o nome daqui.
    Eu gosto da trilogia A Rainha da Fofoca del.
    Que bom que gostou da leitura.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É legal sim :)
      Não A Rainha da Fofoca, gostei do título, já procurar saber mais sobre o livro...
      Obrigada :)

      xoxo

      Excluir

Seu comentário é muito importante, portanto, sinta-se a vontade para me contar o que achou desse post, sempre mantendo respeito e bom senso, é claro.
Os comentários serão respondidos o mais rápido possível.
Lembre-se: espalhe o amor e não spam.
Espero que tenha gostado daqui. Volte sempre! ♥

@rubyane_santos