Resenha: Os Garotos Corvos de Maggie Stiefvater

quinta-feira, janeiro 29, 2015

Os Garotos Corvos. A Saga dos Corvos - livro 1 | Autora: Maggie Stiefvater | Editora: Verus | 376 páginas | Skoob
"– Essa coisa é segura?
– Segura como a vida - respondeu Gansey." página 185
O foco principal do livro é Blue Sargent, uma adolescente que vive em uma casa com a mãe, tias e amigas, todas médiuns menos a Blue, o “poder” dela é mais como um amplificador, aumentando o poder dos outros quando está por perto. Todo ano, Blue e sua mãe vão até uma igreja abandonada ver os espíritos de quem vai morrer durante os próximos 12 meses, Blue nunca vê nenhum espírito até aquele ano quando ela vê um garoto estudante da Academia Aglionby – a escola só para garotos ricos da cidades –, e logo ela descobre que o nome do garoto é Gansey e que a única razão de ela poder ver ele é que ou ele será seu verdadeiro amor ou ela vai mata-lo. E um ponto forte na vida dela é que desde criança, toda médium que ela conhece diz a mesma coisa: Quando Blue beijar seu verdadeiro amor ele morre.

E o segundo foco de livro é o Gansey e seus três melhores amigos: Adam, Ronan e Noah. Gansey é um garoto rico que tem como meta de vida encontrar um antigo Rei Galês, Glendower, que segundo lendas está adormecido e concederá um desejo a quem o despertar. Nessa busca, Gansey tem a ajuda de seus amigos e por terem algo em comum logo a Blue conhece o quarteto de garotos corvos e passa a ajudar na “caça ao tesouro”.
"A maneira como Gancey via a questão era a seguinte: se você tinha uma habilidade especial para encontrar coisas, isso significava que você devia ao mundo procurá-las" pág.31

Eis que na minha opinião esse não é tipo de livro que chama a atenção logo de cara, na primeira vez que eu o vi não gostei da capa, o título me deu uma ideia diferente de como realmente é a história e a sinopse é rasa. Mas esse com certeza é um dos meus livros favoritos! E também é um livro um pouco difícil de explicar, são muitos detalhes então talvez eu acabe esquecendo de citar alguma coisa.

Os Garotos Corvos é narrado em terceira pessoa e cada capitulo foca em um personagem (Blue, Gancey e Adam por exemplo). O começo do livro é um pouco confuso, são muitos detalhes e informações apresentados ao mesmo tempo, a Maggie não tem dó de jogar um monte de informações na cara do leitor e praticamente dizer: “Fica com isso aí na sua cabeça que mais para frente eu te explico, ou não.” e é assim durante todo o livro mas não é difícil se acostumar com a forma como a autora escreve e quando percebi já estava presa ao livro e não via mais o tempo passar.

E os personagens não poderiam ter sido melhor desenvolvidos, mesmo os personagens secundários são cativantes e se mostraram importantes em algum momento. Mas os quatro garotos e a Blue foram os melhores personagens que eu já conheci. Cada um deles tem uma personalidade completamente diferente. A Blue é forte, centrada e não tem medo de falar o que quiser (e é uma das poucas protagonistas femininas que eu fui com a cara); o Gancey é um fofo carismático; o Adam é meigo e é difícil falar dele sem dar spoilers, mas aí tem o Ronan que no começo se mostra detestável mas com o tempo da para notar que ele é bem mais do que deixa parecer e por último mas não menos amado por mim tem o Noah que é o mais adorável, fofo e misterioso possível.


Esse é um livro surpreendente, com muito mistério (envolvendo magia, rituais e florestas mágicas), diálogos engraçados, personagens incríveis e uma narrativa cativante (depois de se acostumar e tudo mais).

E ah, é claro eu terminei o livro chorando :) hahaha

"Todo aquele tempo ela estivera se perguntando como Gansey morreria e no fim das contas ela iria estrangulá-lo."
"— Você vai trabalhar desse jeito? — perguntou Maura.
Blue olhou para suas roupas. Elas envolviam algumas camadas finas de camisas, incluindo uma que ela havia customizado usando um método chamado retalhamento.
— O que tem de errado com as minhas roupas?
Maura deu de ombros.
— Nada. Eu sempre quis uma filha excêntrica, só não tinha percebido como meus planos diabólicos estavam funcionando bem." página 42

Encontrei esse Book Trailer que particularmente adorei:

Fica mais um pouco. Talvez goste desses:

4 comentários

  1. Oi Ruby, ainda não conhecia esse livro. Achei a premissa dele bem interessante, adoro tramas que trazem o sobrenatural, e quando trazem mediums então, AMOOO.
    Já vou colocar na minha lista de desejados do skoob.

    Beijos!
    Books and Movies
    www.booksandmovies.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jess! Eu super te recomendo esse livro, é um dos melhores que eu já li.
      Caso você ler ele me fala :)

      xoxo

      Excluir
  2. Eu vi uma moça falando em um vlog desse livro (muito bem por sinal) então fiquei curiosa pra ler! Ela falou que a autora tem uma escrita memorável, e como sua resenha foi maravilhosa, fiquei ainda mais ansiosa para ler!

    Amei o blog, super fofinho! Principalmente aquela Alice lindona no banner! <3

    Tem sorteio rolando no blog!
    Beijão, www.opinada.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz por isso *--* A escrita da Maggie de fato é memorável, do tipo de originalidade que não encontra em qualquer lugar.
      Muito obrigada! :')
      xoxo

      Excluir

Seu comentário é muito importante, portanto, sinta-se a vontade para me contar o que achou desse post, sempre mantendo respeito e bom senso, é claro.
Os comentários serão respondidos o mais rápido possível.
Lembre-se: espalhe o amor e não spam.
Espero que tenha gostado daqui. Volte sempre! ♥

@rubyane_santos