Resenha: O Sangue do Olimpo de Rick Riordan

terça-feira, dezembro 30, 2014

O Sangue do Olimpo. Os Heróis do Olimpo - livro 5
Autor: Rick Riordan.        Editora: Intrínseca.
Páginas: 432.                    Gênero: Fantasia, aventura, infanto-juvenil.
No Skoob                           Minha nota: ★★★★★


Fiquei feliz quando soube que o livro não teria POVs com o Percy e Annabeth. Achei que seria uma experiência interessante principalmente pelo fato de que teria POVs do Nico e a Reyna. E realmente foi isso que aconteceu. Interessante e talvez o melhor livro da saga.

A trama gira em torno dos tripulantes gregos e romanos do Argo II e do trio Nico, Reyna e treinador Hedge. Enquanto os tripulantes viajam rumo a Athenas onde pretendem impedir que a mãe terra, Gaia, desperte o trio viaja pelas sombras com a Athena Partenos rumo a Long Island para impedir que os acampamentos grego e romano entrem em guerra. O livro é todo assim, cheio de muita ação e aventura. Como semideuses, os personagens tem que enfrentar vários inimigos, fazer missões, tudo enquanto viajam a um rumo onde enfrentarão uma maior dificuldade, mas nada que já não tenha acontecido nos livros anteriores.

O livro todo é intenso, curioso, emocionante e eu até aprendi um pouco de geografia com ele. Logo nas primeiras páginas, Rick Riondan avisou que tentaria evitar suspenses mas manteria alguns. Ele levou isso sério, em todo o livro você recebe avisos do que está por vir mas de uma forma não específica.

Também deu para matar um pouco da saudade dos deuses, sempre achei que eles poderiam aparecer mais, principalmente os gêmeos. E eles apareceram, em uma cena bem engraçada por sinal. A luta contra os gigantes foi surpreendente e intensa, porem a luta contra Gaia foi um pouco pobre e decepcionante, mas levando em conta alguns detalhes sobre a deusa não tinha muito o que fazer se não o que o tio Rick fez.

Vi que muita gente não gostou do final do livro, creio eu porque estavam esperando muito dele. Eu estava esperando coisas bem ruins e mortes trágicas então o que veio foi lucro. A minha maior preocupação era o que iria acontecer com os personagens mas felizmente todos tiveram o final que mereciam. Alguém aí lembra do Will Solace? Ele também aparece no livro, e para mim foi a única ponta solta que o autor deixou.

Jason e Piper cresceram bastante nesse livro, enfrentando e superando alguns medos. O Percy, bom, ele continuou sendo o bom e velho Percy, e em determinado momento eu tive de soltar: “É sério isso, Percy?!”. Já a Annabeth deixou a desejar um pouco. Leo, Frack e Hazel continuaram sendo ótimos. Nico e Reyna também cresceram, superando alguns medos e mostrando um pouco do porque eles protegiam seus sentimentos ou guardavam segredos. Esqueci de falar de alguém? Outra coisa legal foi o fato do tio Rick ter lembrado que não é todo semideus que tem a visão perfeita. Jason, tamo junto.

Em suma, a leitura é leve e bem humorada e me prendeu o suficiente para que eu passasse madrugadas acordada lendo. Se você pretende ler O Sangue do Olimpo, vai sem grandes expectativas. O livro é bom mas não muito diferente dos livros anteriores.

"Jason abriu os braços para um abraço, mas parou no meio do movimento. — Tudo bem. Nada de contato físico. Desculpe.
 Nico resmungou: — Acho que podemos abrir uma exceção. — Então Jason o abraçou com tanta força que Nico teve medo de que quebrasse suas costelas."

Fica mais um pouco. Talvez goste desses:

0 comentários

• Seu comentário é muito importante, portanto, sinta-se a vontade para me contar o que achou desse post, sempre mantendo respeito e bom senso, é claro.
• Normalmente os comentários são respondidos nos fins de semana.
• Lembre-se: espalhe o amor e não spam.
• Espero que tenha gostado daqui. Volte sempre! ♥

@rubyane_santos